Saiba diferenças entre o Síndico Profissional e a Administradora de Condomínios

Limpeza profissional de salas comerciais, higiene e saúde com qualidade de serviços!
21/09/2021
Exibir tudo

Saiba diferenças entre o Síndico Profissional e a Administradora de Condomínios

Você consegue identificar as principais diferenças entre o Síndico Profissional e a Administradora de Condomínios? Nós vamos te ajudar!

Condomínios atualmente podem ser facilmente comparados a empresas. Isso porque há múltiplas tarefas que devem ser cumpridas rigorosamente durante todos os meses. As rotinas constituem mais de duzentas! Sim, todos os dias há muito trabalho a se fazer!

As responsabilidades administrativas do condomínio devem ser separadas das obrigações do Síndico. Embora ambas se complementem, não é possível que um único profissional realize tantas tarefas.

É comum atribuirmos funções de Administradora ao Síndico e vice-versa. No entanto, esses campos profissionais têm atribuições distintas e muitas são bem complexas. Para obtermos os melhores resultados e agilizarmos os procedimentos é necessário saber exatamente as responsabilidades de cada um. Veja a seguir!

Quais são as atribuições do Síndico Profissional e da Administradora de Condomínios?

Além de bom relacionamento com os condôminos, conhecimento das leis, tarefas e obrigações diárias, o Síndico Profissional tem alto grau de responsabilidade civil e criminal e é ele quem toma as decisões finais após a aprovação da assembléia. 

A Administradora, por sua vez, serve como uma assessoria para assuntos operacionais, legislacionais e burocráticos, ou seja, a parte trabalhista, contábil e tributária. 

Ambos os serviços profissionais estão diretamente ligados. O Síndico é atuante no dia a dia do condomínio, representando os interesses da maioria dos condôminos, enquanto a Administradora cuida da parte burocrática e legal. Todas as condições, tanto da Administradora e do Síndico Profissional, devem estar firmadas em contrato.

As atribuições diretas do Síndico e têm cunho operacional. Elas estão dispostas no Artigo 1348 da Lei nº 10.406 de 10 de janeiro de 2002, veja no quadro que segue.

 

Artigo 1348 da Lei nº 10.406 de 10 de Janeiro de 2002

Institui o Código Civil.

Art. 1.348. Compete ao síndico:

I – convocar a assembléia dos condôminos;

II – representar, ativa e passivamente, o condomínio, praticando, em juízo ou fora dele, os atos necessários à defesa dos interesses comuns;

III – dar imediato conhecimento à assembléia da existência de procedimento judicial ou administrativo, de interesse do condomínio;

IV – cumprir e fazer cumprir a convenção, o regimento interno e as determinações da assembléia;

V – diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação dos serviços que interessem aos possuidores;

VI – elaborar o orçamento da receita e da despesa relativa a cada ano;

VII – cobrar dos condôminos as suas contribuições, bem como impor e cobrar as multas devidas;

VIII – prestar contas à assembléia, anualmente e quando exigidas;

IX – realizar o seguro da edificação.

  • 1oPoderá a assembléia investir outra pessoa, em lugar do síndico, em poderes de representação.
  • 2oO síndico pode transferir a outrem, total ou parcialmente, os poderes de representação ou as funções administrativas, mediante aprovação da assembléia, salvo disposição em contrário da convenção.

O Síndico deve cercar-se de bons prestadores de serviços, coordenar e supervisionar o time diariamente. Inclusive, escolher uma boa Administradora, que será a responsável por tratar das rotinas administrativas, cobrar inadimplências, cuidar das obrigações fiscais e tributárias, elaborar balancetes etc.

Abrir mão da Administradora de Condomínios não é uma boa estratégia, porque terá uma hora em que o Síndico Profissional precisará dos serviços individualizados e o custo será maior, sem contar com dados que provavelmente não se cruzarão e demandarão muito mais tempo e trabalho para serem solucionados.

Também há momentos em que o Síndico Profissional e a Administradora trabalham em conjunto para uma solução em comum, por exemplo, para fazer a previsão orçamentária. 

Faça uma escolha inteligente: a Proativa tem a solução que seu condomínio precisa! 

Com a Proativa você terá a segurança de colocar o seu condomínio nas mãos de uma empresa que possui um backoffice para auxiliar nas demandas do seu condomínio, apoio jurídico e mais de 20 anos de experiência na administração de condomínios residenciais (horizontais e verticais) e comerciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *